publicado em: 26/08/2021

Operação conjunta das Secretarias de Finanças de Rondônia e do Pará apreende três caminhões de bebidas em Vilhena

Administração do Portal

 

Os auditores fiscais do Governo de Rondônia, lotados na Receita Estadual da Secretaria do Estado de Finanças (Sefin) de Vilhena, realizaram, no início desta semana, uma operação integrada com a Secretaria da Fazenda do Estado do Pará (Sefa) que resultou na apreensão de três caminhões que transportavam 12.310 caixas de bebidas em situação fiscal irregular.

 

Durante a abordagem realizada no Posto Fiscal de Vilhena, os motoristas foram questionados pelos auditores sobre o transporte do veículo de origem de Santa Rita do Passa a Quatro (SP) que seguia com destino a Santarém (PA). O motorista contou que trafegava em comboio com outros veículos e, a princípio, as cargas seriam descarregadas em Porto Velho (RO), de onde seguiriam por transporte aquaviário. No entanto, ele não soube informar o local onde seria descarregada a mercadoria.

 

O veículo foi retido no Posto Fiscal de Vilhena e a situação foi encaminhada para a Sefa, para verificação do sobre o real destinatário das mercadorias. Durante as averiguações, constatou-se que as pessoas jurídicas destinatárias eram “laranjas”. Com isso, as mercadorias foram apreendidas e a empresa responsável pelo carregamento foi autuada. O Crédito Tributário referente a mercadoria dos três caminhões está avaliado a R$ 471.186,29.

 

De acordo com o delegado regional da 3ª DRRE/Vilhena, Rodolfo Bergamaschi Herrmann, diariamente cruzam pelo posto fiscal Wilson Souto, entrada do estado, aproximadamente mil caminhões com diversas mercadorias com destino a Rondônia e outros estados, como Acre e Amazonas.

 

“Por vezes, irregularidades como essa são encontradas e a fiscalização age para constituir o crédito tributário. Esse trabalho colabora para o crescimento do Estado, uma vez que a maioria dos contribuintes rondonienses trabalha de maneira honesta e quem atua infringindo a lei tributária prejudica a concorrência de maneira desleal, lucrando com o imposto sonegado. A Sefin está atenta a situação, com inteligência, buscando prestar um serviço público de qualidade, promovendo justiça fiscal”, finalizou.

 

 

Central de Relacionamento

Atendimento Geral

69 3211 6100

Fale Conosco

Críticas, sugestões e esclarecer dúvidas

Acesse Aqui

Pesquisa de Satisfação do Atendimento ao Contribuinte

Acesse Aqui

Tire suas dúvidas:

Manual do Contribuinte

Baixe o Manual

Disk Denúncia 0800 069 0013

Horário de Atendimento ao Contribuinte: Segunda a Sexta das 7:30 às 13:30